segunda-feira, 30 de setembro de 2013

New York City: de graça (for free)

Uma visita à New York não deve se limitar às atrações pagas, naturalmente muito destas atrações pagas são imperdíveis, como por exemplo, o Metropolitan Museum, que neste caso específico, embora seja paga, pode ser muito barata. Este museu, como alguns outros, veja mais abaixo, você paga quanto quiser. Isto mesmo, num dos melhores museus do mundo você escolhe quanto quer pagar. Há um preço sugerido, neste caso, U$25, mas se você quiser pagar U$5 (pouco de mais de 10 reais), tudo bem, ninguém irá achar estranho, ou olhará torto para o visitante. Basta falar que você gostaria de pagar xx dólares.

Além do Metropolitam Museum, você pode pagar quanto quiser nos seguintes museus, pois o preço é sugerido: Brooklyn MuseumAmerican Museum of Natural HistoryThe Frick Collection (aos domingos das 11 às 13hs), The Morgan Library & Museum (de graça, às sextas, das 19 às 21hs) - garimpando na internet você, com certeza, encontra muitos outros. Como sugestão de site, o ótimo Ás de Baunilha.

Acho que é interessante mesclar passeios pagos com gratuitos. Neste post seguem alguns dos mais importantes passeios gratuitos da Big Apple.

Para começar, um marco histórico da cidade - visitar o memorial onde ficavam as torres gemeas, World Trade Center, o 9/11 Memorial. Sendo que este passeio ficará mais completo  com uma visita à St. Paul's Chapel, que foi um centro de apoio às pessoas - bombeiros, policiais, paramédicos e voluntários - que ajudaram no resgate das vítimas deste atentado.

Pertinho do 9/11 Memorial há o passeio gratuito que é considerado em muitos guias de viagens o melhor da cidade, The Staten Island Ferry - um passeio de barco até Staten Island, com uma ótima visão da Estátua da Liberdade e dos prédios (skyline) de New York.

Na mesma região a cultuada Brooklyn Bridge.

Em Midtown, iniciando a relação de parques de New York, temos o Bryant Park e ao lado a magnífica NY Public Library (Biblioteca Pública).

Ainda em Midtown, uma das maiores e melhores atrações da cidade, com direito à incríveis comidinhas - Grand Central Terminal

Dois clássicos agora: o Central Park e a Times Square .

Mudando de ares, desça na 4th Street Station, faça um pit stop para uma fatia de pizza no Joe's e siga para a Washington Square, mas antes passe no The Cage - para ver um dos melhores basquetebol de rua do país. De lá siga até a Union Square - que para mim é um dos melhores lugares para se visitar em New York for free. 

 Para um dia quente, se bem que eu a visitei tanto no inverno como no verão, em Chelsea, a Highline. Complete o seu passeio visitando o Chelsea Market.

Outro parque agora, o Madison Square Park, literalmente ao lado, isto é, no mesmo passeio, Flatiron e o Eataly.

Algumas igrejas que realmente valem a pena:  a Cathedral of Saint John the Divine, complemento, uma passadinha na Columbia University; a outra  Riverside Church, complete com uma visita ao Grant's Tomb ao lado e finalize o seu passeio na Zabar's. Tudo isto num passeio só.

Para finalizar esta parte 'religiosa', com chave de ouro, a Brooklyn Tabernacle, com direito à um magnífico coral.

Must-see em New York -os mercados de rua, os famosos flea markets: Hell's Kitchen, GreenFlea Market e  Brooklyn Flea Market.

Embora não muito badalado, o bondinho (aerial tram) que vai para Roosevelt Island  é o tipo de passeio que você não acredita que é de graça - não dá vontade de sair.

 Finalizando este post, as ruas de New York é lugar onde dá exercer na plenitude todas as características de um flâneur.

Nenhum comentário:

Postar um comentário