domingo, 28 de novembro de 2010

Buenos Aires: El Ateneo Grand Splendid

Um dos motivos para ficar no Barrio Norte, mas especificamente na Callao Suites, foi a proximidade dela à livraria El Ateneo Grand Splendid. Caso você não vá ficar hospedado na região, o endereço é Avenida Santa Fé, 1.860, quase esquina com a Avenida Callao.

 Já fiz uma postagem sobre ela, onde há também o link do jornal inglês the Guardian que a considerou a segunda mais bonita do mundo. Mas beleza não é tudo, esta librería conta com 90 mil títulos e mais 200 mil livros. A partir de 2002, foi destinado um espaço para música e cinema que conta hoje com 25 mil CDs e 10 mil filmes em estoque.

Como ela faz 10 anos, agora dia 4 de dezembro, seguem algumas fotos e um curtíssimo filme em homenagem a este lugar que é mais que uma livraria/café, mas, também, um centro para apresentações de livros e discos; exposições e conferências para debater e repensar a cultura nas suas diversas formas.



no palco, o Café





Ateneo junior

Nazareno Orlandi, pintor e decorador italiano, pintou a cúpula
do Splendid - uma alegoria à paz festejando o final da
Primeira Guerra Mundial


video
apesar da qualidade, tente escutar a música de fundo

Buenos Aires em novembro

É primavera e a cidade está pintada de lilás - são os jacarandás nas ruas e praças. Estas árvores chegaram em Bs As em 1875 com a inauguração do Parque 3 de Febrero, e desde então, se espalharam por toda a capital.

A Plaza San Martin é um dos lugares para apreciá-las. Esta praça que já foi um mercado de escravos, uma praça de touros e um quartel de artilharia, no final do século 19  foi arborizada com mais de 300 árvores.

Plaza San Martin -  um oásis no meio do caos urbano


os jacarandás começam a florir








à direita, a Torre de los Ingleses, presente dos ingleses pelo
Centenario da la Revolución de Mayo

sábado, 27 de novembro de 2010

Buenos Aires Econômica

O propósito deste blog, entre outros, é compartilhar experiências de viagens e dar dicas de turismo, não de forma elitista, mas para todos os orçamentos.

Sendo assim, seguem algumas dicas para você visitar Bs As, mesmo se a grana estiver muito curta. A parte mais difícil é a passagem - tentar descontos para estudantes, parcelá-la, comprá-la antecipadamente e na baixa temporada são algumas sugestões -, mas talvez, a melhor idéia, dependendo da sua cara de pau, é pedir para o seu pai ou aquele tio executivo que utilize as milhas do cartão de crédito dele para comprar uma para você, pois na verdade não há dinheiro envolvido - fale para ele que você irá pagar as taxas de embarque.

Quanto à hospedagem, claro que você deverá pesquisar na internet, mas vai aqui uma sugestão, Hostel Suites. Entre no site e escolha um dos três locais - Florida, Obelisco e Palermo. Nos alojamentos, que podem ser mistos, você irá pagar menos de 23 reais por dia. Não deixe de ver os vídeos.

O café da manhã (desayuno) uma opção é pagar 8 pesos (menos de 4 reais) no McDonald's, isto por um café, um suco de laranja e duas medialunas.

Para a hora do rango, você deve procurar os restaurantes do tipo Tenedor Libre, pois por um preço fixo você come quanto quiser. Veja algumas dicas destes tipos de restaurante no site Mochileiros.com. Não esqueça, também, de visitar os supermercados, lá você terá bons preços e ótimas opções de comida, e poderá também comprar umas Quilmes e um Malbec, sem detonar o seu orçamento.

Para transporte, as informações já dadas no outro post continuam válidas. O metrô (subte) e seus pés serão as melhores opções.

Para finalizar, entre no site O viajante e veja mais dicas lá - não deixe de visitar as seções Barbadas e Roubadas. Este site é ideal para quem viaja on a budget.

 subte para transporte e o McDonald's para o desayuno

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Transporte em Buenos Aires

Os meios de transportes Bs As são como na maioria das grandes cidades do mundo, ou seja, ônibus, metrô e táxi. O que é diferente em Buenos Aires é que os táxis são muito baratos.

Entretanto, caso você queira andar de ônibus (colectivo) saiba que lá existem mais de 140 linhas que cobrem toda a cidade; você só pode pagar com moedas, e as tarifas variam conforme o seu destino. Caso esta seja, realmente, a sua praia - compre o Guia "T" de Bolsillo, nas bancas de revistas. Ele lhe dará todas as rotas, nomes de ruas entre outras informações.

O metrô (subte) é uma opção barata e cobre boa parte da cidade, mas existem alguns lugares (turísticos) que ele não chega. Caso você vá utilizá-lo, uma boa opção é comprar um passe do subte para múltiplas viagens, por exemplo, o subtepass para 1 viajes custa 5 pesos. Compre-o na própria estação do metrô. Veja aqui as demais tarifas . Não deixe Bs As sem antes andar no subte da linha A, na estação Peru, e faça uma viagem no tempo. Esta linha entrou em operação em 1913 e os vagões de madeira são os mesmos desde da década de 20.

O táxi (é taxi, também, em espanhol) é uma ótima opção de transporte. Eles são muito baratos, confiáveis e fáceis de encontrar - se bem que, parecem desaparecer quando chove, e saiba que são mais de 37 mil na cidade.
Naturalmente, algumas dicas são importantes para melhor utilizá-los. Utilize somente RÁDIO TAXI, que vai estar escrito na porta do automóvel, ou num luminoso na capota. Quando você entrar no veículo (veja o anúncio de libre) o taxímetro tem estar marcando 12,60 pesos - caso não esteja, peça para o taxista colocar. Para informar o seu destino, fale o nome das ruas que se cruzam próximo a ele - por exemplo, para a Callao Suites, fale:  Callao y Santa Fé. É claro que se for um lugar conhecido, o próprio nome basta - por exemplo, Casa Rosada (lembre-se que a pronúncia dos "s" é de "s" mesmo, e não de "z").

Lembre-se do velho golpe do troco da nota de $100. Você dá esta nota e ele troca por uma falsa e lhe diz que não pode aceitá-la pois é falsa.  Sendo assim, leve sempre dinheiro trocado. Normalmente é praxe arredondar, para cima é claro, o valor da tarifa. E caso você ache o motorista gente fina, deixe alguns pesos, será muito simpático.
Finalmente, não perca a oportunidade de conversar com o taxista, geralmente eles são muitos receptivos e simpáticos - você irá aprender muitas coisas e ganhar dicas importantes - mesmo que seja em portunhol.

Para terminar, a melhor opção de todas para se locomover em Bs As é a pé mesmo. Esta é uma cidade plana com tantos atrativos que seria um desperdício não conhecê-la passo a passo. Pegue (ou não) um mapa da cidade e saia caminhando, no melhor espírito de um flâneur.

colectivo


subte - Estación Gral. San Martín

radio-taxi


taxímetro $5,80 e identificação no banco


aprender tango na calçada
- somente caminhando

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Café da manhã em Buenos Aires

O café da manhã em Bs As é mais ou menos padrão, ou seja, café com leite e croissants – colocando em termos práticos, caso você queira um desayuno porteño* você deve chegar a um Café e dizer:

Buenos días, un café con leche y medialunas, por favor.

O garçom (mozo) irá lhe trazer uma xícara de café com leite, três croissants, levemente adocicados (são as medialunas), um copo de suco de laranja e um copo de água, para finalizar o seu desayuno. Por este pacote matinal você irá pagar 18 pesos (aproximadamente 9 reais, para valores de 2010).

Há outras opções de café no menú, por exemplo, as facturas, que são pãezinhos doces e, também, folhados recheados com doce de leite.

Existem centenas de Cafés onde você poderá tomar o seu café – caso você esteja na Callao Suites – saindo do prédio em direção à Avenida Santa Fé, dobre a esquerda no Café Felippo (não gostei muito dele), siga em frente, passe pelo el Ateneo e vá até a esquina, lá fica o Babieca – o meu favorito.

* porteño – são as pessoas nascidas na cidade de Buenos Aires; bonaerense – são as pessoas da província de Buenos Aires. Resumindo, todo porteño é argentino, mas nem todo argentino é porteño.

Notas sobre a pronúncia do castelhano da Argentina (arg):

“ch” tem som de “tch” – leche diz-se letche
“ll” tem som de “j” – Callao diz-se Cajao (arg)
“z” tem som de “s”ou “ç” – mozo diz-se moço – não existe o som de “z” em castelhano
“v” tem som de “b” – por favor diz-se por fabor


Babieca

o local para o seu desayuno

O melhor lugar para ficar em Buenos Aires

Para se determinar o melhor lugar para ficar em Bs As devemos estabelecer alguns critérios para a nossa escolha. Os meus critérios são:

- estar localizado numa área residencial
- possuir acesso a toda cidade com metrô (subte) e táxis
- ter muitos restaurantes e cafés por perto, por exemplo, um café notable como o Clásica y Moderna
- ter algumas livrarias perto - pode ser El Ateneo Grand Splendid
- ter um supermercado perto - pode ser um Carrefour
- muitas lojas descoladas na região
- agradável para se caminhar - até a Recoleta, por exemplo

Baseado nestes tendenciosos critérios, a minha escolha é o Callao Suites. Elas ficam na avenida Callao, 1062, quase esquina com a avenida Santa Fé, no Barrio Norte.  A empresa responsável possui um prédio de 13 andares com apartamentos para duas ou três pessoas. As diárias, com impostos incluídos, são 70 dólares para 2 pessoas e 90 dólares para 3. Isto em 2010, confira no site deles as tarifas atualizadas.

Estes apartamentos possuem todas as comodidades: fechadura eletrônica com cartão magnético, televisão, dvd e som. Cama de casal ou duplas, sofá-cama, frigobar, micro-ondas, garrafa-elétrica para esquentar água, uma mesa com 4 cadeira e pia, naturalmente. Pratos, talheres e copos - para o Malbec. Um banheiro com banheira, bidê, um grande espelho e secador de cabelos. Tem, também, ventilador de teto e ar-condicionado. Ah,  cofre eletrônico e serviço de internet - solicite o cabo na recepção 24 horas, o seu uso já está incluido na diária. Entre no site para maior informações, assista o filme também.

A sua reserva pode ser feita por e-mail ou telefone, sendo que deverá ser pago 50% adiantado e o resto na chegada, em dólares ou pesos argentinos. Só não vá mandar por e-mail o número de seu cartão de crédito, mande-o por fax.

Eu recomendo utilizar o serviço de transfer deles, um motorista de táxi que trabalha para a Callao Suites, irá esperá-lo na saída da aduana do aeroporto com uma plaquinha com o seu nome - isto custará 40 dólares (ou o equivalente em pesos). Naturalmente você poderá pegar um táxi por conta no aeroporto, mas a sua economia não deverá ser muito maior que 10 reais, sendo que, com o transfer da Callao Suites você terá tranqüilidade e segurança.


entrada do prédio

Callao x Santa Fé

avenida Callao - vista da sacada do apartamento

cozinha

cama de casal

visão geral

entrada

banheiro