domingo, 25 de dezembro de 2016

Sevilha: onde ficar

Imagino que você ja deve ter lido um pouco sobre hospedagem em Sevilha. Não obstante, algumas dicas extras sobre a cidade são importantes. Sevilha é uma cidade de temperatura extremas, de -5°C a mais de 40°C, ou seja, o verão, com o seu pico em julho, é extremamente quente - se der, planeje a época para visitá-la.

Outros pontos a serem considerados são os dois grandes eventos da cidade, a Semana Santa e a Feria de Abril de Sevilla, pois são quando a cidade fica realmente lotada, e, naturalmente, os preços dos hotéis sobem bastante. Caso planeje visitar a cidade durante estes eventos, faça as suas reservas de hotel com antecedência para conseguir boas tarifas.

Onde ficar? 
Sevilha teve um período de domínio mouro de mais de 500 anos e depois, a volta dos cristãos e uma grande migração judia. Todo este período histórico marcou a cultura e costumes da região, e, em especial, a arquitetura, sendo o centro histórico o seu maior exemplo - onde temos ruas estreitas e casas juntas para uma proteção natural contra as altas temperaturas. Além de um design e decoração peculiares. 

Sendo assim, o Centro Histórico (Casco Antiguo) é onde você deve ficar, e mais especificamente no Barrio de Santa Cruz. Hotel Goya, neste bairro, foi o escolhido, ele está a poucos metros da Catedral, La Giralda e de fácil acesso, a pé, as demais atrações turísticas da cidade. Para completar, muitos bares,  restaurantes e cafés na região e, finalmente, muito próximo a um dos melhores lugares para se apreciar um ótimo espetáculo de Flamenco ( postagem em breve). Há muitos hotéis semelhantes na região, mas minha recomendação pelo o Goya, em particular, foi não só pela localização, qualidade e preço, mas também pelo excelente atendimento da recepção. 

Para maiores detalhes sobre o Hotel Goya, visite o site oficial . Fiz minha reserva pelo Booking.com, em março/16, por três noites, para um casal, paguei no total 165 euros, incluindo o imposto de 10% (IVA).



Hotel Goya - ruas apertadas,
entrada discreta




no fundo, a porta de entrada




área de estar para o elevador




quarto duplo



banheiro


Catedral e La Giralda são
muito perto



tem até uma expressão para
quando está muito quente

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Música nas ruas de Londres

Na realidade a música está em todos os lugares - metrô, ruas, pontes, praças, feiras, Londres respira música. São os músicos de rua (buskers). E o melhor, é de graça.