domingo, 17 de maio de 2015

Santiago: onde comer

Muitos restaurantes e lugares interessantes para comer na cidade. Uma rápida pesquisa na internet você encontrará os clássicos visitados pelos brasileiros: Liguria, Aquí está Coco, Como Agua para Chocolate, Giratorio Restaurant, Donde Augusto, Astrid & Gastón e locais como o Patio Bellavista, Parque Arauco, para citar alguns dos mais conhecidos. 10 entre 10 blogs mencionará um destes locais, não que eles não sejam interessantes - comida, ambiente e preço - uma combinação de fatores, nem sempre todos favoráveis ao turista.

 Minhas sugestões são mais simples, geralmente frequentado pelos locais e alguns turistas aventureiros. Para uma das melhores empanadas da cidade, o Zunino. Um bar descolado, com ótimas comidas e bebidas, bom ambiente e preço decente,  The Clinic. Para deixar sua vida mais doce, o ótimo Café Colonia. Por falar em cafés, não deixe de conhecer um clássico da cidade, Confiteria  Torres. Quando visitar o Mercado Central, se você achar que o Donde Augusto, é pegadinha para turistas, vá ao La  Piojera para tomar um autêntico Terremoto. Para o dia a dia, passeando pelo Paseo Ahumada ( calçadão do centro), se bater aquela fome, uma vienesa no Dominó é uma boa pedida. Para finalizar, o ambiente caótico organizado da Fuente Alemana.

Empanadas Zunino

Que o Mercado Central é um dos passeios imperdíveis em Santiago, você já sabe, mas você não tem obrigação, de como fazem a maioria dos brasileiros, de comer o caranguejão (Centolla) lá no Donde Augusto. Visite o mercado e coma, bem e barato, no Zunino.

Pague primeiro no caixa, depois vá para o balcão, faça o seu pedido e escolha, onde você achar, um lugar para saborear a sua empanada.

Elas podem ser fritas ou no forno (horno). A de pino quer dizer com carne picada, ovo cozido, passas, cebola e azeitonas. Eles vendem, também, massas frescas.

O endereço é na Puente, 801, esquina com San Pablo. Você de frente para o Mercado Central , é a primeira rua à direita, junto ao mercado - não tem como não achar, eles estão lá desde 1930.


Zunino -
 é o mesmo prédio do Mercado, na rua à direita


dica universal - se está sempre lotado, com locais,
 a coisa deve ser boa



literalmente com a mão na massa



empanada de horno de pino
Bar The Clinic

Há vários endereços, o qual eu visitei foi o na Monjitas,578, que era perto do Altura Suites. Veja aqui como chegar.

Para você ter uma ideia do estilo do bar, mas simples que entrar no site deles, veja o menu (carta). Dos mesmos donos do bar, o tablóide The Clinic é facilmente encontrável nos kioscos pela cidade.

É um lugar para beber um vinho, um pisco, uma cerveja chilena (lembre-se que eles tiveram muitos imigrantes alemães), comer uns petiscos, sanduíches ou mesmo fazer uma refeição - não deixe de conferir o menu do dia - com um preço mais em conta.




a entrada na Monjitas, 578



siga reto para entrar



ambiente tranquilo



muitas sátiras - em todo o lugar
Café Colonia

O ambiente é formal sem ser sofisticado, atendendo todo o tipo de público com produtos de altíssima qualidade - olha a imigração alemã aí de novo. Seja para um café com uma torta, almoço executivo, ou para levar para casa este é o lugar.

Fica grudado no Altura Suites, 5 minutos caminhando, na Mac Iver, 161. No site tem o mapa e a relação das iguarias oferecidas (e são muitas).


Mac Iver, 161 - o endereço da perdição



ambiente familiar


melhor torta de framboesa que já provei

Confiteria Torres

Tendo aberto as suas portas em 1897 é o restaurante (também confeitaria) mais antigo do Chile. Local de grandes eventos culturais e frequentado por grandes personalidades. Há três endereços, mas o mais tradicional, onde tudo começou, fica na Alameda, 1570. Ela fica aberta de segunda à sábado, das 10 da manhã  à meia-noite.

Seguindo uma tradição do local, há alguns sanduíches que receberam o nome de presidentes para homenageá-los O Barros Luco (carne com queijo derretido) em homenagem a Ramón Barros Luco e o Piñera (salmão defumado, queijo cremoso e rúcula) em homenagem à Sebátian Piñera. No site você encontra um pouco de sua história, demais endereços e algumas comidas e sanduíches oferecidos pelo local.


Confiteria Torres



no edifício onde era o Palacio Íñiguez






muitos clientes ilustres

La Piojera

Esta picada já teve outros nomes, Santiago Antiguo, Bar Democrático. No Chile restaurantes, bares e lanchonetes (fuentes de soda) que servem comidas típicas, em grandes porções e a bom preço são chamadas de picadas. A história conta que em 1922 um presidente do Chile estava visitando a região e quis tomar algo, onde o povo frequenta, e então, o levaram à esta picada, quando ele entrou, devido a precariedade do lugar ele disse " Y a esta piojera me trajeron?" (pulgueiro, espelunca) Desde então o nome foi adotado pelo lugar. O letreiro da entrada só foi colocado em 1981.

Ele é muito perto do Mercado Central de frente para entrada do mercado, a rua à direita é a Puente, aquela que vai ao Zunino, seguindo por ela uns 10 metros, atravesse a rua à direita, passe pela entrada da estação de metrô Puente Cal y Canto (no meio de uma feirinha popular) e você já verá a entrada amarela da La Piojera na Calle Aillaviú, 1030.

Este também é o local para conhecer uma das bebidas clássicas do Chile  o Terremoto. Com uma pequena variação entre as picadas, ele feito basicamente com pipeño (vinho artesanal branco doce, geralmente com a uva Moscatel), sorvete de abacaxi e é finalizado, dependendo do local, com um destes licores, granadina (romã), Fernet ou menta. Se um copo é pouco para você, solicite uma dose maior, o Cataclisma, ou para uma saideira (uma dose menor), a Réplica - todas as variações do mesmo tema.

Uma das histórias da criação desta bebida é que após o terremoto no Chile de 1985, jornalistas alemães estavam no El Hoyo (outra picada histórica do país) e devido ao calor, solicitaram ao garçon algo refrescante, e ele adicionou sorvete ao vinho com um pouco de granadina. Após tomar, sentindo-se tontos, eles disseram - isto sim é um verdadeiro terremoto.

Veja neste vídeo do Youtube o preparo, em série, desta bebida.

La Piojera


"Y a esta piojera me trajeron?"


televisão com ...



... música ao vivo


lista de precios


a mesa está ficando inclinada - será um (o) Terremoto

Dominó

La Fuente de Soda de Chile - este lugar é para o dia a dia para comer cachorros-quentes (vianesas), sanduíches e sucos. Baratos e com muita qualidade. Entre no site para conferir as muitas opções de sanduíches, locais e mesmo uma interessante parte chamada Lenguaje del Maestro, onde você terá o aúdio dos pedidos especiais dos sanduíches.

A se destacar, vienesa é o cachorro-quente, note que é muito comum ele vir com palta (abacate amassado) e muita maionese. A palta é deliciosa e dá um sabor especial ao sanduíche (não é adocicada como no Brasil, pois muitas vezes aqui é uma sobremesa) e a maionese, embora sempre abundante, é bem mais leve que a nossa.

Outro sanduíche famoso é o Lomito , com pernil de porco - não somente no Dominó, mas em toda a cidade. E finalmente o Churrasco - no menu tem 17 opções.

La Fuente de Soda de Chile






vianesa con palta


churrasco


carta para você ter uma ideia de preço

Fuente Alemana

Este lugar é um dos clássicos de Santiago, não só pelos sanduíches, sucos e cervejas alemãs, mas também, pelo ambiente e astral do lugar. Há dois endereços, um em Providencia e outro, perto da estação Baquedano. Este segundo que é o melhor, ele fica na Avenida Libertador Bernardo O'Higgins, 58 quase esquina com a Vicuña Mackenna. Nesta parte da Bernardo O'Higgins há um canteiro que a divide em duas pistas, com diversas paradas para ônibus. Como referência (eu disse apenas como referência) a Fuente Alemana fica entre o KFC e o McDonald's.

Modus operandi:
- logo na entrada há o caixa, passe direto, o pagamento é feito depois que comer.
- vá para o balcão, se achar um lugar, caso contrário aguarde, logo sobrará um espaço para você.
- você será logo atendido por uma das senhoras que fazem os sanduíches.
- peça o seu sanduíche, por exemplo, um clássico, Lomito Completo ( pernil de porco, maionese, palta, chucrute, ketchup e queijo) e uma das várias cervejas, eu escolhi um suco de melão (melón tuna). 
- não perca o espetáculo das senhoras preparando os sanduíches.
- após comer, vá ao caixa para pagar.
- não se esqueça de voltar para deixar a gorjeta para a senhora que te atendeu, há uma 'bolsinha' onde você deixar as gorjetas para a sua atendente. 
- vá dar uma boa caminhada, pois, provavelmente, você estará lotado. 



Fuente Alemana que eu o nome ao restaurante,
fica na paralela à Bernardo O'Higgins, na Merced


este é o local na Bernardo O'Higgins


este é o padrão da quantidade pessoas na hora do almoço



boa seleção de cervejas alemãs



lomito completo - o clássico





depois de comer, vá ao caixa na entrada -
não esqueça da gorjeta da atendente
(veja a observação no ticket )


pague depois de comer


veja toda a ação


A foto abaixo, de uma cartaz da rede Fritz na praça de alimentação do Centro Comercial Mall de Centro no centro da cidade. Lá você lê Desayuno y Onces. Desayuno tudo bem é o café da manhã, o Once (tradução para o português onze) tem um significado especial no Chile. É a refeição que é feita no final da tarde. Algo como o nosso lanche reforçado no lugar do jantar.

Entretanto o interessante de tudo isto é uma das versões da sua origem. A expressão usada é "tomar once", a sua criação, seria dos maridos que queriam beber e falavam para as esposas que iriam tomar once, que na verdade, once significava as 11 letras da palavra, aguardiente.


 agora dá para tomar once com a esposa

As sopaipillas são típicas nas ruas de Santiago. São uns tipos de pastéis, sem recheio, que tem a massa feita com farinha de trigo, abóbora e manteiga - eles são fritos. São equivalentes aos nossos bolinhos de chuva. Podem ser com cobertura doce ou salgada. 

vai encarar, se tiver dúvida se irá lhe fazer mal,
deixe para prová-las no último dia de viagem 

Mote con Huesillo é uma bebida, não alcoólica, muito típica do Chile. Ele é preparado em casa, mas é facilmente encontrável pelas ruas de Santiago. É para os dias de verão. Ela é feita com pêssego desidratado (huesillo), grão de trigo (mote) e uma calda caramelada.  Se você estiver meio sem energia, um copo pequeno te levantará das trevas - ele é extremamente doce.


pelas ruas de Santiago


copo pequeno (chico) menos de R$3,00


sempre vem uma colher para comer o mote

Sempre quando visitamos um país, mesmo que vizinho, há muitas palavras e expressões peculiares da língua e cultura deste país.

Neste post apareceram algumas delas, por exemplo, empanada de pino, Barros Luca, Piñera, fuente de soda, lomito, vienesa, palta, Terremoto (e suas variações), tomar once e segue a lista.

Há muito mais expressões típicas chilenas. Pan amasado (pão caseiro), a lo Pobre (o nosso a Cavalo, isto é com ovos em cima), Cazuela (sopa que pode ser de Ave (frango) ou Vacuno (carne)), etc, etc.
Se seu inglês estiver bom segue uma lista (colinha) com as principais comidas típicas chilenas.

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Santiago: onde ficar

Das diversas opções de hospedagem disponíveis em Santiago, hotéis, pousadas, albergues e também, muito comuns, os apart-hotéis,  escolhi o Altura Suites, pelos seguintes motivos:

- situado numa área segura, mesmo a noite. O bairro é o Bellas Artes, próximo ao Cerro de Santa Lucia e o centro histórico com as suas diversas atrações. Fica na Huérfanos, um calçadão com muitas opções de restaurantes, bares e cafés e também de  compras - muitas lojas mesmo, com preços melhores que os dos shoppings.
- fica bem próximo ao metrô de Bellas Artes.
- junto ao prédio, que tem duas entradas/saídas tem um ótimo supermercado, farmácia e livrarias.
- no ranking to Tripadvisor ele está, no momento,  em 8 de 473 hotéis especializados, pois na verdade ele é um apart-hotel.
- achei um preço justo pelo Booking.com, mais barato que negociar diretamente com o apart-hotel.

Lendo no Tripadvisor, recentes comentários, muitas pessoas reclamam da segurança, eu a achei normal e em nenhum momento deficiente. Como são 3 torres de 20 andares e com muitos apartamentos com moradores locais o fluxo de pessoas é quase constante. Mas nas duas portarias há funcionários verificando a entrada e saída das pessoas, bem como há um constante movimento do pessoal de limpeza nas áreas comuns. Muitas as vezes os viajantes querem levar as suas experiências de Brasil para um país que estão visitando, então se as coisas são diferentes, eles acham que estão erradas. Não são nem mais certas ou erradas, mas sim diferentes. Cada país com a sua realidade.

O apartamento:
- escolhi a Torre C, pois as informações que eu tinha ela era a mais silenciosa.
- tem uma mini-cozinha, com todos os aparelhos necessários, microondas, torradeira, frigobar, fogão, até detergente.
- tem uma mesa com banquetas altas.
- sala com sofá-cama, poltrona e  um armário.
- quarto, com uma cama de casal, guarda-roupa, cofre e tv a cabo.
- no banheiro, além dos produtos de higiene (shampoo, sabonete) tem um secador de cabelos (atenção que a voltagem é 220V, caso vá utilisar algum aparelho)
- no edifício tem uma sala com computadores com internet com uso livre.
- embora eu não tenha visitado, há uma piscina no topo do prédio também.

Algumas deficiências do apartamento:
- as cortinas são de rolo e não vedam muito bem a luz.
- quando eu fui fazia frio a noite e não tínhamos nenhuma calefação, depois de minha review no Tripadvisor, fui informado pela gerência que era só solicitar um aquecedor na recepção.

Dica importante sobre o pagamento:
- se você pagar em dólares ou com cartão de crédito internacional, você ficará isento do imposto IVA de 19% - uma boa economia. No comentário à minha review no TA a gerência alega que o desconto é porque eu sou estrangeiro e vou ficar não mais que três meses no Chile.Por via das dúvidas, após muita pesquisa, eu resolvi pagar em dólares (cash) e consegui este desconto do IVA.

Como referência, para 7 noites, em maio 2014, paguei pelo Booking.com R$ 862 (o equivalente em dólares na época US$ 392), para um casal, portanto uma diária de R$ 123,14.

Recomendações na região:
- para a melhor torta de framboesa do mundo e outras iguarias - Café Colonia - lembre-se que o Chile teve uma grande influencia alemã na sua colonização, imagine a qualidade do lugar.
- o melhor bar da cidade The Clinic, aproveite e compre o tablóide The Clinic  nas bancas da cidade.
- logo na saída do prédio, para Merced, tem um ótimo mercado, com ótimos preços para vinhos, cafés colombianos ou mesmo para o pão (quero dizer, marraqueta) nossa de cada dia.
- duas ótimas livrarias (na Huérfanos), Feria Chilena del Libro e TXT! 




entrada pela Huérfanos, 547




caminho interno entre as torres, ao fundo,
saída para a Merced, ao lado do mercado



sala, com tais cortinas



mini-cozinha completa



vista do quarto, para o banheiro e cozinha e sala



cama de casal com as cortinas de rolo novamente



tem secador e produtos de higiene



ótimo mercado, junto ao prédio (Merced)



Feria Chilena del Libro - era domingo e estava fechada...,



mas segunda-feira estava à todo vapor



TXT! - livros, discos e filmes